Instante Santo

Tua graça me basta

O Instante Santo e a atração de Deus

1. Assim como o ego quer limitar a tua percepção dos teus irmãos ao corpo, do mesmo modo o Espírito Santo quer liberar a tua visão e te deixar ver os Grandes Raios brilhantes que deles emanam de forma tão ilimitada que alcançam a Deus. É esse deslocamento para a visão que é realizado no instante santo. No entanto, é necessário que aprendas exatamente o que esse deslocamento acarreta de forma que venhas a estar disposto a fazer com que ele seja permanente. Dada essa disponibilidade, ele não te deixará, pois é permanente. Uma vez que o tiveres aceito como a única percepção que queres, ele é traduzido em conhecimento pela parte que o próprio Deus desempenha na Expiação, pois é o único passo nela que Ele compreende. Portanto, nisso não haverá demora assim que estiveres pronto. Deus está pronto agora, mas tu não estás.

2. Nossa tarefa não é senão a de continuar, tão rapidamente quanto possível, o processo necessário de olhar diretamente para toda interferência e vê-la tal como é. Pois é impossível reconhecer como totalmente sem gratificação aquilo que pensas que queres. O corpo é o símbolo do ego, assim como o ego é o símbolo da separação. E ambos não são mais do que tentativas de limitar a comunicação e assim fazer com que ela seja impossível. Pois a comunicação tem que ser ilimitada de modo a ter significado e, privada de significado, ela não te satisfará completamente. No entanto, continua sendo o único meio pelo qual podes estabelecer relacionamentos reais, que não têm limites, tendo sido estabelecidos por Deus.

3. No instante santo, onde os Grandes Raios substituem o corpo na consciência, o reconhecimento dos relacionamentos sem limites te é dado. Mas para ver isso, é necessário abrir mão de toda utilidade que o ego dá ao corpo e aceitar o fato de que o ego não tem nenhum propósito que queiras compartilhar com ele. Pois o ego quer limitar todas as pessoas a um corpo para os seus próprios propósitos e enquanto pensas que ele tem um propósito, escolherás usar os meios pelos quais ele tenta transformar o próprio propósito em realização. Isso nunca será realizado. No entanto, terás certamente reconhecido que o ego, cujas metas são totalmente inatingíveis, lutará por elas com todo o seu poder e fará isso com a força que tu lhe tens dado.

4. É impossível dividir a tua força entre Céu e inferno, Deus e o ego e liberar o teu poder para a criação, que é o único propósito para o qual ele te foi dado. O amor quer sempre dar mais. Limites são exigidos pelo ego e representam as suas exigências de tornar pequeno e sem efeito. Limita o que vês de um irmão ao corpo, o que farás enquanto não o liberares do corpo, e terás negado a sua dádiva a ti. O seu corpo não a pode dar. E não a busques através do teu. No entanto, as vossas mentes já são contínuas e a única coisa necessária é que a essa união seja aceita para que a solidão no Céu tenha desaparecido.

5. Se apenas permitisses ao Espírito Santo que Ele te falasse do Amor de Deus por ti e da necessidade que têm as tuas criações de estar contigo para sempre, experimentarias a atração do eterno. Ninguém pode ouvi-Lo falar sobre isso e continuar por muito tempo disposto a pairar por aqui. Pois é tua vontade estar no Céu, onde és completo e sereno, em relacionamentos tão seguros e amorosos que qualquer limite é impossível. Não queres trocar os teus pequenos relacionamentos por isso? Pois o corpo é pequeno e limitado e só aqueles que queres ver sem os limites que o ego lhes impõe são capazes de te oferecer a dádiva da liberdade.

6. Não podes conceber os limites que traçaste para a tua percepção e não tens nenhuma idéia de toda a beleza que poderias ver. Mas disso precisas lembrar: a atração da culpa se opõe à atração de Deus. A atração de Deus por ti permanece ilimitada, mas porque o teu poder, sendo Dele, é tão grande quanto o Dele, tu podes afastar-te do amor. Aquilo que investes na culpa, retiras de Deus. E a tua vista vem a ser fraca e tênue e limitada, pois tens tentado separar o Pai do Filho e limitar a comunicação entre eles. Não busques a Expiação em maior separação. E não limites a tua visão do Filho de Deus àquilo que interfere com a sua liberação e que o Espírito Santo tem que desfazer para libertá-lo. Pois a sua crença em limites, de fato, o aprisionou.

7. Quando o corpo deixa de atrair-te e quando não conferes nenhum valor a ele como meio de conseguires o que quer que seja, então não haverá interferência na comunicação e os teus pensamentos serão tão livres quanto os de Deus. À medida em que permites que o Espírito Santo te ensine como usar o corpo só para propósitos de comunicação e renuncias a usá-lo segundo os fins que o ego vê para ele, que são a separação e o ataque, aprenderás que não tens absolutamente nenhuma necessidade de um corpo. No instante santo, não há corpos e vivencias apenas a atração de Deus. Aceitando-a sem divisões, tu te unes a Ele totalmente em um instante, pois não queres colocar nenhum limite na tua união com Ele. A realidade deste relacionamento vem a ser a única verdade que jamais poderias querer. Toda a verdade está aqui.

Fonte: Mara Ercilia

——————————————————————————————-

Deus de Promessas

Comunicação com Deus

Deus se comunica conosco de infinitas formas sendo muitas vezes não percebidas ou interpretadas de forma errada. Toda mensagem que nos leve ao ataque, separação ou qualquer outro sentimento não puro foi distorcida.

Recebemos muitas mensagens que não vemos, por ainda estarmos nos acostumando a enxergar. Por isso precisamos de um interprete por algum tempo. Esse interprete pode ser qualquer divindade que gostamos, técnicas que aprendemos e nos identificamos ou alguma outra coisa que nos ajuda a entender. Isso também é tudo ilusão e em algum momento deveremos abandoná-las e dar o valor ilusório que elas possuem.

Os mestres são vivos, as religiões estão mortas. Todo verdadeiro mestre espiritual proclama a vida, qualquer mensagem que seja contra a vida não pode se originar de um ser iluminado. Cristo é vivo o cristianismo é morto, Maomé é vida o islamismo é morte, assim como todas as religiões. O mestre é vivo, sua religião é morta.

Tudo que nos limita é morte, a abundância é vida. As regras são necessárias por ainda não entendemos que somos apenas um. Regra, leis, moral, ética são necessários, pois bloqueamos o Amor. Quando entendermos a Verdade tudo isso poderá ser abandonado, pois também são ilusões. Por algum tempo são necessárias ao desenvolvimento, mas não passam de ilusões.

Os mestres pregam a liberdade, espontaneidade, amor e desfrute de nossa passagem pelo mundo. As religiões nos querem presos a normas, rituais rígidos, recriminação às pessoas que não agem de acordo com a norma de conduta divulgada, e muitas dizem que apenas a através do sofrimento seremos libertos.

A mensagem das religiões não da continuidade a obra de seu mestre, os textos sagrados são lidos incansavelmente, sofrem inúmeras interpretações que levam a divisões, ataques e até a guerra.

Como podemos dizer que a mensagem de outro mestre está errada, estão todas corretas, pois a Verdade é única, podem ter sido transmitidas de forma diferente ou alteradas pelo tempo. Mas tudo que fala de Amor é Verdade.

Como posso dizer que a divindade que não gosto é perversa. Devemos amar a tudo e todos isso inclui o inferno, o diabo, a perversidade, pois isso são apenas seres que estão em outro estagio na caminhada espiritual e podem necessitar de nossa ajuda.

Apenas a mansidão pode ajudá-los, o ataque apenas nos prende mais, pois devemos sempre lembra que somos todos um, tanto os mais evoluídos como os menos. Devemos todos nos reunir ao Pai.

Apenas a mansidão nos liberta.

Fonte: Mensageiro

——————————————————————————————-

Recomendação de vídeos: 1111amanda

Sugestão: Fone de ouvido

Pare!

Oração

Anúncios

You are free to comment

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s